Asma e a Dieta mediterrânica

Investigadores da Faculdade de Ciências da Nutrição e Alimentação (FCNAUP) e da Faculdade de Medicina (FMUP) da Universidade do Porto, em colaboração com o Serviço de Imunoalergologia do Hospital de S. João, verificaram que a dieta mediterrânica reduz em cerca de 80% o risco de os asmáticos terem a doença mal controlada.

Sabe-se que este tipo de dieta previne a asma e a rinite alérgica nas crianças, mas desconhecia-se, até agora, o impacto deste padrão alimentar na população adulta já com asma. Foi neste ponto que a equipa de investigação se centrou, com o objectivo de perceber a associação entre a adesão à dieta Mediterrânica e o controlo e gravidade da asma. Os cientistas avaliaram a ingestão alimentar, a actividade física, o índice de massa corporal e parâmetros de inflamação, função respiratória e sintomas da asma, em 174 adultos com asma, com uma média de idades de 40 anos, seguidos na consulta externa de Imunoalergologia do Hospital de S. João. Os resultados permitiram concluir que os asmáticos que tinham a doença controlada (apenas 23 %) ingeriam maiores quantidades de fruta fresca e menores quantidades de álcool. A adopção de um estilo de alimentação mediterrânico estava associada a uma redução de 78% do risco de ter a doença não controlada, independentemente do género, da idade, da escolaridade, da ingestão calórica total e da medicação inalada.
Destaca-se ainda o consumo de frutos secos associado a uma melhor função respiratória e o consumo elevado de etanol a aumentar três vezes mais a probabilidade de ter asma não controlada.

A tradicional dieta do sul da Europa e bacia do Mediterrâneo é conhecida por possuir propriedades antioxidantes que promovem um melhor controlo de várias doenças crónicas. Acredita-se que é a acção integrada dos vários nutrientes presentes na dieta mediterrânica (que interagem com os compostos bioactivos) que são benéficos para a saúde. Agora sabe-se também os asmáticos beneficiam da adopção deste padrão alimentar.

Para além da adopção de um padrão alimentar saudável, também a prática de exercício e o controlo do peso têm um efeito positivo na saúde dos asmáticos. Embora seja uma doença crónica, a asma é controlável, permitindo ao paciente levar uma vida completamente normal. Quando não está sob controlo, o asmático sofre diversos sintomas respiratórios que podem ir desde dificuldade em respirar até exacerbações que podem ser fatais.

Fonte: http://onlinelibrary.wiley.com/doi/10.1111/j.1398-9995.2008.01665.x/pdf

(Vídeo) Dieta Mediterrânica reduz risco de asma

This entry was posted in Alimentos, Doenças, Nutrição and tagged , . Bookmark the permalink.

Deixar uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*

* Copy This Password *

* Type Or Paste Password Here *

Pode usar estas etiquetas HTML e atributos: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>