Menor escolaridade maior risco de obesidade

Quanto menor o nível de escolaridade, mais elevado o índice de massa corporal, revela um estudo europeu que envolveu cerca de 480 mil individuos do sexo masculino e feminino.

A pesquisa decorreu entre 1992 e 2000 e foi conduzida na Alemanha, Espanha, França, Grécia, Holanda, Itália, Noruega, Reino Unido e Suécia. O nível de educação foi avaliado através de uma questionário e classificado em 4 categorias. A circunferência da cintura e o indice de massa corporal foram medidos por colaboradores experientes.

os valores obtidos revelaram-se muitos baixos para as 3 categorias com mais habilitações escolares em todos os países do estudo. As mulheres com habilitações universitárias apresentaram um índice de massa corporal 2.1pontos mais reduzido do que as que contavam com menos escolaridade. No caso dos homens a diferença foi menor, mas estatisticamente significativa (1,3).

A associação entre a circunferência da cintura e o nível de educação também se mostrou mais forte entre o sexo feminino. Face aos resultados, sugere-se que os programas de saúde pública para o combate ao excesso de peso e à obesidade sejam orientados para as camadas de população com menor instrução.

Fonte: Biomed Central Public Health – Março 2011

Revista Teste Saúde – deco

This entry was posted in Alimentos, Doenças, Nutrição and tagged , , , , , . Bookmark the permalink.

Deixar uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*

* Copy This Password *

* Type Or Paste Password Here *

Pode usar estas etiquetas HTML e atributos: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>