Alimentação na Gravidez

Comer bem antes da concepção e durante a gravidez é essencial para o bom desenvolvimento do feto e a saúde da mãe. Previne problemas, como o baixo peso do bebé e ajuda-o o a resistir as infecções, entre outros benefícios.

A dieta tem de cobrir as necessidades da mãe e do feto, bem como preparar o corpo para duas fases exigentes: o parto e a amamentação.

A ter em conta:

  • As grávidas e mulheres que querem engravidar não precisam de fazer uma dieta especial, apenas devem apostar na variedade, porque o organismo tem necessidades acrescidas de certos nutrientes.
  • O azeite, os óleos e o peixe (exemplo: sardinha, cavala, salmão) dão-nos ácidos gordos essenciais.
  • Os brócolos, a laranja, as leguminosas, como o feijão e as lentilhas, e os cereais integrais são ricos em ácido fólico ou vitamina B9. Esta e importante para a correcta divisão das células e tecidos, sobretudo, do sistema nervoso, na primeira fase de desenvolvimento do embrião. Reduz o risco de anomalias congénitas, como a espinha bífida.
  • O leite e derivados, como queijo e iogurtes, a sardinha enlatada e os vegetais verdes fornecem cálcio, indispensável para o desenvolvimento do esqueleto do bebé. Caso a alimentação não forneça o suficiente, o feto vai busca-lo as reservas ósseas da mãe.
  • Os cereais, sobretudo, integrais são fonte de fibras. Estas ajudam no transito intestinal, que pode ser comprometido pela pressão do bebe nos intestinos da mãe.
  • Carnes magras, ovos, sardinha e frutos secos são fontes de ferro, necessário para a formação dos glóbulos vermelhos do sangue. As grávidas têm maior capacidade de absorver o ferro.
  • O consumo de produtos açucarados deve ser reduzido. Preste atenção aos rótulos.
  • As bebidas alcoólicas podem causar malformações.

Para uma gravidez sem sobressaltos:

  • Siga uma alimentação variada e equilibrada, dando especial atenção ao leite e derivados, legumes e fruta. 
  • Faça pequenos lanches de duas em duas horas e controle o peso. 
  • Sempre que possa, faça caminhadas durante 15/20 minutos.
  • Evite as saladas fora de casa, sobretudo, se não for imune à toxoplasmose. Ao prepará-las, lave os legumes em água corrente. Faça o mesmo com a fruta. 
  • Lave bem as mãos antes e depois de tratar dos alimentos. 
  • No supermercado, compre os produtos perecíveis, como carne, peixe e fiambre, bem como os congelados, em último lugar. Se possível, transporte-os num saco térmico e, em casa, guarde-os de imediato no frigorífico. 
  • Não junte produtos cozidos e crus, para evitar contaminações cruzadas. 
  • Cozinhe bem os alimentos, em especial a carne e o peixe. 
  • Quando aquecer comida, deixe-a ferver, pelo menos, 10 minutos.

Para 9 meses tranquilos, siga uma dieta variada e equilibrada, com atenção para produtos ricos em cálcio, vitaminas e minerais.

Revista Teste Saúde

This entry was posted in Alimentos, Nutrição and tagged , , , , , , , , , . Bookmark the permalink.

Deixar uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*

* Copy This Password *

* Type Or Paste Password Here *

Pode usar estas etiquetas HTML e atributos: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>